Essa devemos ao Cid Torquato: Câmara e-net completa 20 anos mudando história da internet no Brasil.

3 mins read

Em relato publicado pela Fast Company (e que você pode acessar diretamente pelo link que disponibilizo ao final deste texto), de autoria do Cid Torquato, idealizador, criador e condutor da implantação da Câmara e-net, a primeira entidade representativa da internet comercial no Brasil, que acabou de completar 20 anos agora em maio, recordamos, os que tiveram o privilégio de participar de alguma forma da associação, a relevância desse marco para a internet no País.

 

O Cid conta alguns detalhes de como tudo começou, como conseguiu colocar sua ideia de pé e andando, e quais os nomes dos líderes que contribuíram para a construção dessa ainda então nascente indústria chamada internet no País.

 

Há quem acredite que história se colhe apenas, não se planta. Que a estruturação dos negócios digitais no Brasil surgiu assim como que no éter de acontecimentos sem origem. Há quem pense assim e há a grande maioria que nem pensa nada e não está nem aí para a história nenhuma.

 

Pois sem a Câmara e-net, passos importantes para a consolidação desse negócio que é a base de todos os negócios que hoje conhecemos, teria tido, muito possivelmente, outro destino. Pior e mais tardio, certamente.

 

Tive a privilegiada oportunidade e a honra de ser um pequeno contribuidor dessa trajetória da entidade, exatamente a convite do Cid Torquato, que me ofereceu o cargo de coordenador do comitê de varejo eletrônico da Câmara, o mais ativo e relevante da entidade na época. 

 

Nele, se reuniam os CEOs ou controladores das mais importantes operações de varejo eletrônico da época. Era aula atrás de aula de sabedoria de negócios e visão de como o comércio eletrônico poderia se desenvolver no rasil. Aprendi muito ali com gente como – alguns citados pelo próprio Cid no seu texto – Jack London, Gastão Mattos, Eduardo Chalita, Germán Quiroga, Flávio Jansen, Marcelo Lobianco, Sergio Hertz, Renato Ópice Blum, entre outros que possivelmente eu esteja esquecendo agora.

 

Vida longa e todos os méritos a essa entidade que é página altamente importante na sua (sua mesmo, leitor) história. E você nem sabia.

 

Aqui, link para o texto do Cid na Fast Company.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.