Um 2016 S PLUS para todos!

Por Henrique von Atzingen | 22 dezembro 2015

Agora que nos preparamos para despedir de 2015, sempre surge a sensação de fazer planos para o próximo ano que chega. No meio das várias promessas de regime e mais exercícios que todos nós fazemos na virada de ano, eu vejo enormes oportunidades de promessas legais para o ambiente corporativo também.

É claro que estamos terminando 2015 no Brasil com vários desafios a serem atacados diretamente por nós.  De uma forma geral nossa sociedade evoluiu como um todo neste ano. Tivemos debates sobre a disrupção que serviços como Uber pode causar. Debates sobre o poder da justiça de bloquear um serviço como Whatsapp. Esses debates ficam mais quentes quando ocorrem nas redes sociais, onde as pessoas se sentem mais livres para expressar suas opiniões. Enfim, a tecnologia deixou de ser definitivamente assunto só dos nerds, geeks ou dos profissionais de TI. Ao mesmo tempo vivemos tempos onde a economia do país está apertada, com sérios muros a serem escalados para que possamos chegar “do outro lado” com saúde econômica para que o país cresça.

Por isso 2016 vai ser excepcional! Um ambiente de crise requer que as pessoas saiam de sua zona de conforto. É na zona de conforto que as pessoas, e as empresas morrem. Na zona de conforto seu coração bate mais devagar, sua respiração é mais lenta e seu metabolismo praticamente entra em standby. Vamos entrar no ano em que a inovação será obrigatória. Onde há crise, há oportunidade. Em nosso contexto, a oportunidade está em inovar com tecnologia.

Minhas previsões para 2016 apontam que finalmente o Varejo brasileiro vai implementar em todas as lojas o ponto de venda móvel. O cliente será o foco principal, e ao invés de ser forçado a ir até um caixa, o caixa irá até o cliente. Não será somente um caixa, será um vendedor munido com uma App de vendas assistida. Vai tratar o cliente pelo nome, vai encantar o cliente com sugestões de produtos que façam sentido e vai fidelizar o cliente ao fechar o pagamento ali mesmo, junto ao cliente. O varejista brasileiro vai driblar a crise com tecnologia e vai conseguir aumentar sua produtividade de vendas e diminuir seu custo operacional. Em 2016 os hospitais brasileiros finalmente vão simplificar seus processos e diminuir seus custos geralmente advindos do atraso indevido das altas médicas, ao adotar a mobilidade. Todo o processo de anamnese, atendimento e alta dos pacientes vai ser controlado em tablets e smartphones. Esquece aquela prancheta com papéis atrás da porta. Com atendimento melhor, as altas médicas serão mais rápidas, e o aumento no giro de pacientes vai melhorar a produtividade dos hospitais. Em 2016 as Telcos vão melhorar em muito o atendimento a seus clientes. A implementação de call-centers cognitivos vai fazer com que os usuários pela primeira vez se surpreendam. Imagine ligar para uma Judite que realmente te entende e resolve seu problema no primeiro instante. Em 2016 os serviços públicos vão ser “app-rizados”. Renovar CNH? Agende pelo App. Segunda via de identidade? Peça pelo App. Recadastro no INSS? Use sua digital no App. Precisa pegar o metrô? Veja no App quando o próximo trem passa em sua estação.

Eu acredito que teremos um 2016 fenomenal. Para deixar claro, minha fé está nas pessoas. Acredito que elas conseguirão fazer a inovação acontecer. A tecnologia está totalmente disponível. Aliás, se formos avaliar, a tecnologia que move inovações como as que listei acima são as mais avançadas que existem hoje em dia, e ao mesmo tempo não são caras. Os ingredientes são Cloud e Mobile. O Master-Chef é você CIO, CMO, Startuper, Forward Thinker, Life Hacker, Geek, ou qualquer outro nome que você se intitule. Sua ação é o principal.

2016 será seu ano! Você vai ver!

“Action expresses priorities” – Gandhi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

17 maneiras de fazer suas tarefas de marketing funcionar

Artigos Relacionados