Porque os 5 Eixos do Mobile World Congress 2018 vão pautar nosso futuro

Por Pyr Marcondes | 27 fevereiro 2018

Esta semana estamos fazendo a cobertura do Mobile World Congress, maior feira e congresso mobile do mundo há anos e que começou ontem aqui em Barcelona e vai até 01 de março. Aqui estão os players e os temas que mobilizarão, literalmente, nosso futuro. Bom acompanhar.

5G, Devices, Content, AI e IoT são os cinco eixos. E não poderiam ser outros.

Faz algum tempo que eles vêm norteando nossas vidas e nem sempre paramos para observar com atenção isso, basicamente porque, com exceção dos Devices, todo o resto fica atrás das cortinas da realidade percebida. Nos bastidores da arquitetura de Transformação Digital.

Eles são, todos, canvas e infra-estrutura. Mesmo os Devices, que podem ser os nossos belos e chics smartphones, devem ser entendidos como plataformas de interface para softwares. É tecnologia, não é modinha.

Veja como o MWC Congress, cujo tema central é Creating a Better Future, justifica suas escolhas:

5G

“A conversa em torno de 5G definitivamente avançou em 2018”, disse a Alok Shah, vice-presidente de estratégia de redes da Samsung Electronics America, ao Mobile World Daily. “Se 2016 era sobre demonstrações de prova de conceito e 2017 era sobre testes, 2018 está diretamente concentrado em colocar produtos comerciais no mercado”.

O evento está mostrando exatamente isso, casos de uso e como as operadoras estão superando o intervalo entre 4G e 5G. Em particular, as sessões do MWC estão analisando como as operadoras financiarão essas mudanças (um dos grandes desafios do 5G, sua viabilização de um jeito que a conta feche), bem como o crescente papel que a virtualização e a automação irão desempenhar nas futuras redes.

Os participantes também estão tendo aqui um vislumbre da tecnologia 5G em ação, já que vários fornecedores mostram implantações antecipadas criadas para tentarem mostrar quee estão saindo na frente. Os Jogos Olímpicos de Inverno na Coréia do Sul são outro estímulo para que as compenhias mostrem suas novas tecnologias para o evento mundial, que promete ser um show de 5G.

A empresa que saiu na frente definitivamente aqui foi a Huwei, que lançou o primeiro chip efetivamente 5G até agora comercialmente a disposição no mundo. Isso é um passo e tanto já que espeerava-se esses tipo de chip apenas para daqui a um ou dois anos.

Devices

Novas redes, como uma nova velocidade, exigem novos dispositivos com capacidades aprimoradas e no MWC ecopmeçamos a ver as companhias se preocupando com isso.

A Samsung, atualmente o maior fornecedor de smartphones por volume, estreou o seu Galaxy S9 e S9 + com foco na sua nova câmera. Também estão sendo lançados importantes de dispositivos da Asus, Sony, HMD (Nokia), Lenovo / Moto e TCL Communications (Alcatel e BlackBerry).

Os principais lançamentos devem no entanto acontecer com maior profusão ano que vem, quando espera-se que o estágio de evoução e implantação do 5G esteja mais pronto para ir atrás de seu protagonismo como mainstream no mercado.

Conteúdo

Com poderosas novas redes e dispositivos de ponta, os consumidores devem consumir mais conteúdo do que nunca nos próximos anos. Em 2023, a Ericsson previu aqui que 75% de todo o tráfego de dados móveis será usado para vídeo, embora as redes sociais também contribuam com a sua participação nessa distribuição.

O MWC está exatamente analisando alguns dos principais elos dessa cadeia fundamental para todo o ecosssistema, incluindo o lançamento de novos serviços OTT, a incorporação de novas experiências imersivas usando realidade virtual e aumentada e como a personalização baseada na análise de dados irá mudar o futuro do conteúdo.

AI

O MWC está olhando de forma profunda a evolução atual da Inteligência Artificial, sendo esse possivelmente o assunto que permeia todas as palestras. O olhar é como ela deve caminhar do ponto de vista tecnológico e como deve afetar definitivamente nossas vidas e nos nossos negócios.

Mas um dos focos aqui é a questão ética e a da segurança. Ou seja, não apenas do que os computadores podem fazer, mas o que eles devem ou não poder fazer.

IoT

Da mesma forma comoe stá olhando a AI, o MWC está também analisando quais são as novidades no mundo da Internet das Coisas, do ponto de vista tecnológico e de exemplos práticos já em operação em todo o mundo.

Os primeiros lançamentos de aparelnhos efetivamente conectados começama a aparecer, mas é em atividades menos ligadas diretamente ao consumo e mais em atividades como a medicina e a agricultura, ou ainda os projetos nas chamadas Cidades Conectadas que essas “coisas” começam, incipientemente, aparecer.

É uma convenção e uma feira que desenham largas parcelas do nosso futuro. Temos que estar atentos ao que o MWC tem a nos dizer. Acompanhe-nos aqui no Innovation Insider.

Vamos trazer highlights do evento durante toda esta semana aqui. Não deixe de acompanhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Baixe aqui de graça o Guia Completo de Engajamento Mobile.

Artigos Relacionados