Home Notícias O desafio do CMO na era dos dados e do tempo real

O desafio do CMO na era dos dados e do tempo real

Quando se trata de adquirir clientes, os dados desempenham um papel enorme em qualquer negócio. Você poderia de fato dizer que é a nova moeda, especialmente quando se trata de marketing. Mas enquanto os consumidores, clientes e usuários já se utilizam de dados em suas vidas e no consumo em geral, na maioria das vezes sem nem perceber, muitos CMOs ainda não dominam a disciplina do data management.

Por conta de limitações in-house de recursos, baixco conhecimento e tecnologianão atualizadas, várias marcas ainda estão lutando para manter seus dados em dia para tomar decisões realmente relevantes.

Embora seja relativamente fácil comprar dados ou contratar platformas e serviços que manipulem com excelência dados a serviços de objetivos de emrcado ou de negócios, CMOs em grande medida ainda desconhecem os melhores caminhos para se utilziarem dessas ferramentas.

Algumas dicas podem ajudar nesse desafio.

Concentre-se na qualidade, não apenas na quantidade

Tenha em mente que dados em quantidade não significam estratégias de qualidade. A quantidade em verdade deve ser limitada a qualidade de sua estratégia. É ela que comanda o jogo. Seus objetivos estratégicos vêm primeiro e serão eles que determinarão os parâmetros para o uso de dados.

Reúna seus dados de forma holística de vários canais e fontes, e agrupe-os apra que você tenha uma visão consolidada da realidade lá fora e do seu consumidor em sua integralidade. Isso evita “pontos cegos” que muitas vezes podem desviar os resultados dos relatórios que você recebe e, portanto, contribuir para insights equivocados e tomadas de decisão idem.

Uma vez que todos os seus dados são alimentados, é hora de prestar mais atenção aos insights que de fato importam. Naturalmente, essas métricas e KPIs serão diferentes, dependendo de qual fase do negócio você está hoje e do objetivo de suas campanhaa.

Se o seu objetivo é aumentar a conscientização de uma marca ou de uma causa, por exemplo, naturalmente sderão relevantes dados sobre número de impressões e questões ligadas a viralidade. Mas se o seu KPI for aumentar vendas e receitas, os dados devem ser muito mais profundos e complexos do apenas visualizações.

Aproveitar a tecnologia

Existem várias ferramentas e aplicativos a mão para ajudá-lo a manter-se a par dos seus dados, como e quando as coisas acontecem no mercado real.

A velocidade dos dados não vai desacelerar mais, por isso é melhor aproveitar a tecnologia sempre que possível. Não só agilizar processos, poupando-lhe tempo para coisas mais importantes como a sua estratégia, a automação também reduz o risco de erro humano.

A tecnologia também ajuda a conectar equipes e permite uma melhor colaboração, independentemente da sua localização geográfica.

Seja ágil o suficiente para operar em tempo real

O maior desafio que qualquer negócio enfrenta hoje são a transformação de seus clientes/consumidores e dos canais e pontos de contato para atingi-los. Seus desejos cambiantes, suas necessidades voláteis e prioridades em cosntante transformação.

A fim de manter-se aturlizadas sobre esse universo em constante alteração, as marcas devem ser igualmente ágeis.

Isso não pode ser feito sem a tecnologia de automação de marketing. Para garantir que o seu negócio não ficar para trás a concorrência, os dados capturados e processados devem ser capazes acertar na mosca em vôo e com freqüência cosntante.

Montar equipes que mantenham as atividades de contato com as bases de cliente em tempo real não é uma decisão fácil e não deve ser evidentemente adotada para todas as ações de marketing da companhia, mas elas de fato funcionam, como provam inúmeros anunciantes que jpá se utilizam dessa estrutura.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here