Home Notícias Netflix testa loja com realidade virtual

Netflix testa loja com realidade virtual

242
0
(FILES)A Netflix return mailer is pictured in Miami, Florida in this January 16, 2007 file photo. Sony and Netflix announced on October 26, 2009 that PlayStation 3 owners will soon be able to use the game console to stream movies and TV shows to their television sets or computers. Sony Computer Entertainment America Inc. and the movie rental company said the new service would launch next month and would be provided at no additional cost to Netflix members in the United States. AFP PHOTO/Robert SULLIVAN (Photo credit should read ROBERT SULLIVAN/AFP/Getty Images)

Aparentemente nostálgica em relação aos tempos em que a cadeia de aluguel de vídeos Blockbuster reinava soberana, a empresa que quebrou esse modelo de negócios, Netflix, acaba de lançar um experimento de loja com recursos de realidade virtual em que os usuários poderão alugar seus vídeos como faziam no mundo físico antigamente, só que agora no mundo digital.

A novidade, batizada de The Netflix Zone, foi anunciada em evento mundial da companhia e está baseada numa solução tecnológica da HTC chamada Vive, que implica no uso de óculos de realidade virtual da empresa.

No novo ambiente virtual, o acervo de vídeos da Netflix está disposto em prateleiras, que podem incluir até uma personalizada para as preferências de cada usuário.

Títulos mais procurados como Orange is the New Black e House of Cards estão colocados em destaque na loja como se fossem as antigas fitas cassettes de VHS.

Quando o usuário escolhe um título e clica nele para olhar, o ambiente da loja se transforma e se remete a uma aparência ligada ao tema do conteúdo selecionado, propiciando uma ambiência só possível no mundo digital.

Não é a primeira vez que Netflix namora com o mundo da VR. Em setembro do ano passado, lançou outro experimento, esse baseado no Oculus Rift, em que uma sala de estar virtual era o ambiente para que os usuários se acomodassem confortavelmente para assistir seus programas e filmes prediletos.

A companhia não espera fazer desse tipo de solução uma linha de negócios. Usa-as como peças de marketing e engajamento, que associam a marca a aspectos cool e de uma simpática nostalgia da indústria que veio para substituir.

Previous article5 regras mandatórias para otimizar seu CRM
Next articleDá vontade de explodir tudo pra começar de novo
Pyr Marcondes é jornalista, consultor e autor. Foi repórter da revista IstoÉ, Jornal da Tarde e Playboy. Foi diretor editorial para o Grupo Meio & Mensagem desde a década de 90. Foi Sócio e Diretor de Criação na agência de publicidade Grottera & Cia. (TBWA) durante 10 anos. Foi Country Manager do portal StarMedia no Brasil. Co-fundador e CEO da Digital Strategy, consultoria pioneira em marketing e comunicação digital no País. Co-Fundador e Diretor de Marketing da FUN Generation, empresa de mobile marketing. Co-Fundador e Diretor da Superbrands Brasil (2005/2009). Consultor adjunto da BrandFinance, consultoria de marcas inglesa (2004/2005). Foi Diretor-Geral da Plataforma Proxxima, de marketing e comunicação digital do Grupo M&M. É hoje Diretor Geral da M&M Consulting, empresa de consultoria e negócios para a indústria do marketing digital. Pyr Marcondes é autor de inúmeros livros sobre história da propaganda e sobre marcas. É hoje referência na indústria digital brasileira. É palestrante, membro de conselhos e consultor.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here