MWC 2017: Carros conectados, em breve um na sua garagem.

Por Pyr Marcondes | 03 março 2017

Quando essas companhias se propõem a desenvolver modelos para a internet das coisas, querem dizer que estão construindo modelos que se conectarão a todas as demais coisas conectadas.

Ouvimos falar de carros conectados faz um tempinho e, na verdade, dependendo do modelo, já temos algumas funcionalidades de conexão nos carros atuais. Mas há novidades por vir na próxima curva, logo ali na estrada. No MWC 2017, temos acesso a um atalho desta estrada. Em meio a estandes de empresas do mundo da telecomunicação, encontramos companhias da indústria automotiva como Jaguar, Peugeot, Ford, Seat e outras. Cada uma delas está ali para mostrar seus novos modelos de carro conectados, e a palavra de ordem são os carros prontos para o mundo da internet das coisas. Os IoT models.

Foto: Reprodução

Não é apenas uma sopa de letrinhas a mais. Quando essas companhias se propõem a desenvolver modelos para a internet das coisas, querem dizer que estão construindo modelos que se conectarão a todas as demais coisas conectadas, e isso quer dizer qualquer outra coisa com um chip. E serão trilhões de produtos em 10 ou 20 anos.

Quer dizer também que seus modelos estão preparados para as cidades conectadas, em que a infraestrutura urbana estará integrada em redes inteligentes e que todos os comandos de tráfego e mobilidade estarão funcionando de forma integrada, como uma orquestra digital.

Esta infraestrutura não está pronta, mas está sendo desenvolvida a partir do hardware. A indústria automotiva está dirigindo na frente, com o lançamento de seus modelos IoT, este é o software. Uma das palestras do MWC 2017 tem um nome bárbaro para isso: “Car as a Service“.

Nessa linha, os modelos da Jaguar mostrados na feira se gabam de estar além da conectividade (Beyond Connection). A empresa quer dizer que suas máquinas são estações de serviços digitais interativos em tempo real.

O modelo da Peugeot mostra sua tecnologia Instintic, como se o carro fosse um animal instintivo conectado, que responde intuitivamente a todas as demandas do seu dono. A máquina se conecta com os sistemas digitais de controle da casa, traz embarcado um “waze” que monitora o tráfego, um sistema de previsão do tempo nas ruas da cidade, agenda de compromissos e cálculo distâncias para programar rotas, além de outras guloseimas digitais a mais. Ah, mais um detalhe: é um carro autônomo, o dono não precisa nem dirigir. Mas isso é detalhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Como otimizar seu marketing digital com precisão, a partir dos analytics

Análise de dados a partir de plataformas de analytics garantem precisão e incremento de ROI   Como otimizar seu marketing digital com precisão, a partir dos analytics (288 downloads)

Artigos Relacionados