Micro-Guia Prático para otimizar influencias. Por André Zimmermann.

Por Innovation Insider | 26 julho 2017

André Zimmermann é sócio fundador da NetCos, empresa de advisoring no setor de influencers. Recentemente, publicou em ProXXIma algumas orientações práticas de como atuar com esse hoje tão importante asset da comunicação contemporânea. Aqui essas dicas, que compõem um resumido, mas bastante eficaz e objetivo Micro Guia de Como Otimizar sua Relação com os Influencers.

1. Uma boa estratégia envolvendo criadores de conteúdo digital começa por uma seleção e curadoria adequada. Neste processo há diversos critérios que podem ser utilizados, tais como alcance, afinidade, capacidade de migração de audiência, taxas de crescimento, qualidade e adequação do conteúdo, históricos de campanhas passadas, que podem ou não ser usados e com maior ou menor peso para filtrar os influenciadores e criar rankings de recomendação de uso para cada ação de marca.

2. Em seguida, há a etapa de briefing, que é onde comumente acontecem os erros que prejudicam os resultados finais. Não basta enviar toda a história da marca e o guideline de uso de seus assets. É preciso explicar bem o contexto da ação, o que se busca com ela, quais são os “do’s e dont’s” da marca e da ação. Igualmente, não se deve escrever um roteiro para o influenciador seguir. Cada criador deve desenvolver seu próprio roteiro, seguindo o formato do seu canal e, principalmente, sua linguagem já estabelecida com seu público. Haverá, portanto, tantas execuções diferentes quantos forem os influenciadores presentes no seu plano de comunicação.

3. A fase de gestão da ação envolve um acompanhamento constante e próximo ao criador, buscando validar etapas como roteiro, datas de publicação, plataformas a serem usadas, duração e direitos sobre o conteúdo. SLAs devem ser criadas e formalizadas em contratos, com seguranças e penalidades para ambos os lados. É aqui também que se estabelecem os critérios de controle e avaliação dos resultados, periodicidades de envio e formatos de relatórios.

Na NetCos já desenvolvemos projetos para várias grandes marcas dos segmentos de consumo, automotivo, financeiro, saúde, entretenimento. Para todas elas entregamos resultados de campanha e negócio extremamente relevantes. Muitos tem repetido seguidamente o uso desta estratégia de comunicação porque encontraram a forma correta de usá-la. Há em nosso site diversos cases publicados que exemplificam isso.

Apesar do influencer marketing não ser uma disciplina nova, o crescimento dos criadores de conteúdo em plataformas digitais é sim mais recente e ainda está em fase de amadurecimento. Muitos avanços já foram feitos. O mercado se estruturou, há players com ofertas muito bem definidas que ajudam nas diferentes etapas do processo.

Há várias fontes de informação e ferramentas de gestão, há cursos como os do YOUPIX, que ajudam a formar profissionais mais preparados para este mercado. E há também iniciativas de agrupar pessoas da indústria para ajudar a criar e disseminar boas práticas.

(*) André Zimmermann é Fundador e CEO da NetCos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Revenue Atribution: como medir o ROI do marketing

Artigos Relacionados