Mais novidades da NRF: robôs, engajamento social do varejo e muito mais

Por Ricardo Kubo | 20 Janeiro 2016

Amigos varejistas, a feira aqui tem muito conteúdo a explorar. Cada um sai com a visão do prisma que mais lhe atraiu a atenção. Compartilho um pouco do que me chamou a atenção no segundo dia da NRF 2016.

Se eu fosse resumir o meu dia, diria:

“Nossas atitudes são reflexo da forma como fomos educados; educar nosso cliente e colaboradores pode trazer grandes diferenças ao nosso negócio de forma sustentável.”

AAEAAQAAAAAAAAXDAAAAJGJhOWM5NWJiLTFkMjAtNGRkYi04ZDc3LTAyNWFlN2VhZWI0ZA

O ex-secretário de segurança dos EUA Colin Powell foi o primeiro key note speaker. Ele compartilhou várias estórias de sua vida, o que foi uma aula de liderança e educação sobre como dar senso e propósito de valor à atividade de cada colaborador e confiar a ele as decisões que estejam em seu escopo, bem como fazer com que o jovem se valorize e desenvolva autoestima. Foi muito inspirador pensar em todo preconceito que ele viveu até chegar a ser o número um da sua carreira; ele tem muito a nos ensinar no varejo, pois precisamos atrair e educar jovens talentosos para nos superar nesta revolução digital que vivemos.

Explorei mais a feira. No Lounge Internacional havia um painel de engajamento social em tempo real baseado no Twitter. Consolidava desde o conteúdo mais atual até o que gerou mais engajamento, quem são os principais influenciadores e também uma análise de perfil comportamental dos textos postados.

AAEAAQAAAAAAAASTAAAAJDM4YTAyOWE1LWYyOTMtNGE1Yy1hYzc5LTc1NmEwYWI5ZDU1Zg

Tive a oportunidade de conhecer a Peeper, robô humanoide da softbank com inteligência cognitiva da IBM para interação em linguagem natural e com capacidade de interpretar emoções por voz, contexto e expressão facial. Ao final de sua entrevista, a repórter disse que daria um abraço, e a Pepper abriu os braços. Ao perceber que a repórter simulava um abraço sem efetivamente encostar o corpo, o robô diz para abraçar de forma bem amistosa. Fiquei impressionado com o nível de detalhes com que a Pepper foi programada e principalmente a fala associada ao contexto. Falando com o time responsável, a versão japonesa apresentada na CES há algumas semanas, chegou a ter o detalhe de se curvar ao final de frases, assim como um japonês faria. Ela já está em testes em alguns varejistas e empresas de bens de consumo.

Peguei uma apresentação sobre inovação no varejo. Achei interessante o caso da Made, loja de móveis na Inglaterra, que era um pure player digital que foi para lojas físicas. O catálogo de produtos está na parede do showroom, facilitando o acesso, dentro do contexto.

AAEAAQAAAAAAAAXqAAAAJDgyM2U5NjIyLWM5NjEtNDJiZC05ZjYyLTdlMWVlMDg1ZTBiNg

Do ponto de vista da sustentabilidade, a forma com que a WholeFoods se associou à Gotham Greens para produção de perecíveis no próprio local de venda é outro caso interessante. Traz muita economia de água, menor perda de produtos em transporte e principalmente mantém o valor da marca quanto a produtos orgânicos que o consumidor pode ter certeza da sua origem. Ainda tenho que visitar essa loja!

Seguindo a linha da sustentabilidade, o modelo de negócio da Vigga foi muito interessante. Ela oferece roupas infantis em modelo de assinatura, substituindo-as conforme o crescimento do bebê ou criança. O conceito é que outras crianças reutilizem as roupas, podendo o ciclo de vida dos produtos chegar a 7 usuários. Os bebês crescem 8 números nos primeiros 2 anos de vida.

400% é quanto os americanos consomem a mais de roupas do que há 20 anos.
30% é a quantidade de roupas que ficam na gaveta sem serem usadas na Inglaterra.

AAEAAQAAAAAAAAPiAAAAJGY3ZTY0Y2VhLWRlMjAtNGE2MS05NmRkLTJlYTI3OGViMzJjMQ

Fui a uma apresentação sobre métricas digitais em que o case principal era o da Home Depot, a que fizemos uma visita técnica e é uma grande referência em app mobile ao consumidor e de omnichannel. O executivo responsável da Home Depot enfatizou o quanto é difícil juntar silos de pontos de contatos com o cliente e que montou uma equipe que agrupasse todas essas métricas para dar consistência à coleta e à interpretação das informações, afinal, segundo ele, nenhum cliente faz coisas erradas de propósito. A necessidade de estar muito bem alinhado ao negócio e ter um bom patrocinador foi bem enfatizada.

AAEAAQAAAAAAAAXLAAAAJGM0ZGM2ZTllLTZhNjAtNDJhNC04Zjc4LTUwMDk0OGYxZWQ3Mg

Passei pela demonstração de análise de demanda e responsividade para varejo no booth da IBM, cujo foco é otimizar custos operacionais ao se adaptar a fatores externos (tempo, eventos locais, dentre outros) no seu planejamento, desde a localização de produtos até a força de trabalho.

AAEAAQAAAAAAAATBAAAAJDYwYzdmYWNjLWVkZTktNGIyYS04Mzk1LWY2YTlmOTgxNTUyZA

Terminei o meu dia no booth da IBM. Terça é meu dia de plantão lá. Se estiver por aqui, venha me conhecer.

Comentários

  1. Asanofurad disse:

    tli does clomid have a cumulative effect thrush while on clomid

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Baixe aqui de graça o Guia Completo de Engajamento Mobile.

Um dos maiores desafios dos gestores de marketing é hoje engajar suas audiências, consumidores e usuários no ambiente mobile. É um grande desafio não só porque esse engajamento não é fácil, mas também porque ele é hoje essencial para o sucesso de qualquer estratégia de marketing no mercado real. Este Guia traz tudo o que você precisa saber sobre o tema e como implementar soluções eficazes para se dar bem diante do desafio.

Mobile-Engagement-Guide-IBM.pdf (183 downloads)

Artigos Relacionados