IBM InterConnect 2017 | O que acontece em Vegas fica na Cloud. Por Eduardo Camara e Paula Lopes.

Por Eduardo da Camara | 22 Março 2017

Por Eduardo da Camara e Paula Lopes*.

O IBM InterConnect 2017 está acontecendo entre os dias 19 e 23 de março, em Las Vegas. Trata-se do maior evento da IBM e de uma das mais importantes conferências de cloud e transformação digital do mundo, com mais de 20 mil pessoas interagindo diariamente e trocando ideias sobre como a tecnologia vem transformando os negócios e a vida das pessoas.

Um dos tópicos mais interessantes do evento tem sido a utilização de recursos transformacionais – como infraestrutura em cloud, plataforma como serviço e, obviamente, Watson – por novos empreendedores para a criação de soluções de impacto social, profissional e pessoal. Logo na sessão de abertura, pudemos ouvir o chief business officer e cofundador da Indiegogo, Slava Rubin, falando sobre como a empresa está auxiliando empreendedores a criarem novos negócios (com o uso democrático de capital) através da tecnologia IBM. Alguns exemplos são os aplicativos SmartPlate e Waterbot.

Além disso, outros dois temas muito discutidos no evento são IoT e Blockchain. Um dos casos apresentados durante o evento foi o da Everledger, empresa de rastreamento e segurança de itens de valor que começou a utilizar blockchain na luta contra a fraude, o tráfico e o mercado negro dos diamantes. Veja mais neste link.

No que diz respeito a IoT, diversas empresas apresentaram como estão utilizando a tecnologia para garantir a satisfação dos clientes e para captar insights do comportamento do consumidor que alimentam uma base de dados para a melhoria dos serviços prestados. Esse é o exemplo da empresa de transporte ferroviário da França SNCF.

O segundo dia de evento contou com uma abertura especial da CEO global da IBM, Ginni Rometty, que conversou com diversas figuras importantes do cenário tecnológico mundial. Um deles foi o CEO da AT&T, Randall Stephenson, que falou sobre como cloud computing tem tornado as redes de comunicação cada vez mais vitais para as relações humanas e para o dia a dia das pessoas. Marc Benioff, CEO da Salesforce, também foi um dos entrevistados por Ginni Rometty, falando sobre a parceria entre as empresas na utilização do Watson. Saiba mais aqui.

Outra importante participação foi a de Reshma Saujani, fundadora da Girls Who Code, organização sem fins lucrativos que tem como meta diminuir a discrepância entre o número de homens e mulheres no mercado de TI e proporcionar independência financeira para garotas através da tecnologia. Conheça aqui o projeto.

Os dois primeiros (e muito intensos) dias de evento mostraram a real capacidade de, juntos, cloud e serviços cognitivos criarem experiências personalizadas, escaláveis e flexíveis. Isso em um ambiente no qual o armazenamento e a leitura de dados estruturados ou não e insights gerados (através da organização cognitiva desses dados) têm um gigantesco peso competitivo e fundamental para a longevidade de empresas no mercado.

Hoje, finalizamos essas sessões com a certeza de que a tecnologia criada ontem pela IBM altera nosso dia a dia hoje. Em áreas como educação e saúde, grandes e pequenas empresas caminham velozmente junto à Era Cognitiva e de Cloud (como um fenômeno único, ou seja, dois lados de uma mesma moeda), e os resultados são enormes .

Não estamos apenas falando “faremos”, mas sim “fizemos”.

* Paula Lopes: cargo Portfolio Marketing Manager.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Conheça os 4 estágios fundamentais para melhorar a performance do seu marketing

Artigos Relacionados