Facebook aproxima vídeo de TV

Por Innovation Insider | 26 Abril 2016

Novos recursos de compra e mensuração de vídeos em sua plataforma torna avaliação mais próxima da tradicional já feita para a mídia televisiva.

Os anunciantes do Facebook poderão agora se utilizar de terminologias e recursos de ativação de seus vídeos parecidos com alguns já familiares parâmetros que o mercado utiliza para a TV.

A intenção do Facebook é tornar a compra de espaços em vídeo tanto em seu próprio ambiente como também em sua controlada Instagram, cada vez mais parecidos com a televisão, facilitando o entendimento de agências e anunciantes de suas regras de veiculação.

Um dos parâmetros típicos da web, o TRP, ou target rating point, medida que avalia o atingimento no target dos vídeos exibidos, poderá agora ser cruzada com os indicadores de DMA targeting, que é a métrica que avalia o desempenho de comerciais de TV em determinados locais geográficos, e o day-parting, que mensura o consumo de comerciais em determinados horários ao longo do dia. Ambas as possibilidades não existiam para os anunciantes no ambiente do Facebook, como foi anunciado semana passada nos EUA.

Esses indicadores agora cruzados são particularmente sensíveis em plataformas móveis e podem auxiliar os anunciantes e suas agências a otimizar os investimentos nesse ambiente cada vez mais relevante para todos os mercados e marcas.

Ao mesmo tempo, a companhia se preocupa em explicar aos anunciantes que a veiculação de vídeos em sua plataforma difere em formato, dinâmica de exibição e em hábitos de consumo dos tradicionais comerciai de TV em broadcast.

Facebook alerta que vídeos online são consumidos on demand, embedados em ambientes em que o usuário está navegando porque está em busca de algo de seu interesse ou já está em um ambiente como o qual é familiar e tem sua preferência.

Um pequeno guia explicativo sobre as diferenças e cuidados que o anunciante e sua agência precisam observam busca oferecer maior otimização na veiculação de vídeos em sua plataforma (como resumo abaixo).

Screen Shot 2016-04-26 at 07.50.25

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Sabe a última tendência de programática? Gente!

Neste White Paper do Advertising Age, uma série de artigos defendendo a tese de que não é tecnologia que vai fazer a diferença no ambiente da mídia programática, mas as pessoas coordenando e liderando as estratégias por trás dela.

Exchange-Lab-Staffing-for-Programmatic.pdf (170 downloads)

Artigos Relacionados