BI e BA: entenda a diferença e a importância da cultura de dados

Por Innovation Insider | 14 junho 2018

Todo bom gestor deve saber que a tomada de decisão não pode ser baseada em achismos e apenas em estudos de mercado. É preciso analisar dados do negócio para que as melhores estratégias sejam escolhidas. Existem dois conceitos relacionados a isso muito similares e, por isso, causam alguma confusão: Business Inteligence e Business Analytics.

O Business Intelligence (BI) é um conjunto de técnicas que permite às empresas coletarem e mensurarem variáveis, ou KPIs do negócio, com o objetivo de auxiliar o entendimento das informações e traçar caminhos para um processo de tomada de decisão mais estratégico.

Neste mesmo cenário de estudo de dados, o Business Analytics (BA) é a análise de todas as métricas obtidas por meio de relatórios e também contribui para a tomada de decisão, porém com um aspecto mais preditivo.

Entenda melhor a diferença entre BI e BA e como suas abordagens são complementares na gestão das empresas. Continue a leitura!

 

A diferença entre Business Intelligence e Business Analytics

Como você já deve ter percebido, os dois conceitos são realmente muito similares, mas vamos explicar melhor a diferença entre eles. A primeira coisa que você deve entender é que nenhum dois são ferramentas gerenciais.

Façamos uma analogia: se tivéssemos de incluir ambos os conceitos em um plano de negócios, o Business Intelligence antecederia o Business Analytics no fluxo entre definição de indicadores de performance e o processo de tomada de decisão.

Isso se deve ao fato de que o BI é um conjunto de técnicas que define como os dados serão coletados, mensurados e analisados. Entrega insights sobre os erros e acertos da gestão. Já o BA coloca em prática as ações definidas pelo BI por meio de ferramentas, estatísticas, da leitura e interpretação dessas informações, utilizando-as para prever o futuro da empresa e dar suporte às tomadas de decisões.

Resumindo, o Business Intelligence é a ciência por trás de como os dados serão coletados e utilizados, enquanto o Business Analytics é o ponto em que a empresa entra no processo e aplica essas instruções no dia a dia do negócio. O BI consegue analisar a situação atual da empresa. O BA fica encarregado de utilizar essa análise para prever o futuro.

Importante: apesar de não significar exatamente a mesma coisa, ambos os conceitos procuram atingir um objetivo em comum, que é ajudar empresas a tomarem melhores decisões. É por isso que devem ser utilizados em conjunto, como discutiremos mais à frente neste artigo.

 

A importância da cultura de dados para as empresas

Se você é gestor deve saber que a tomada de decisão é um processo que envolve muita análise sobre o futuro da empresa. Portanto, é preciso evitar “achismos” e intuições e, para isso, deve-se utilizar métricas e informações do mercado. Essa é a melhor forma de evidenciar o porquê da implementação de determinada estratégia.

A definição de indicadores de performance é uma das primeiras coisas a se fazer quando se escolhe tomar decisões com base em dados organizacionais. Se a sua empresa já investe em marketing digital, você deve saber que uma das grandes vantagens é a habilidade de obter dados de campanhas com facilidade e custo baixo.

Já ouviu falar ou leu algum artigo sobre Big Data? Esse conjunto de dados traz um volume cada vez mais alto de informações, produzido diariamente, que permite que as empresas segmentem melhor os seus leads, prevejam e rodem melhores campanhas de marketing.

A mesma ideia deve ser aplicada para os diversos setores da empresa: TI, Recursos Humanos, Logística, Produção, etc. Quanto maior for a riqueza de dados gerados, melhores estratégias poderão ser definidas com base no desempenho e características reais da empresa.

Imagine que determinada organização queira aumentar o seu alcance na internet por meio de marketing digital, duplicar as vendas e ainda otimizar a ação do time comercial. São três objetivos distintos que exigem diferentes tarefas para chegar aos resultados. Todos esses objetivos são extremamente importantes para o sucesso da empresa, mas é preciso definir prioridades.

Por meio de ferramentas de análise e estudos de métricas a empresa conseguirá descobrir quais são as estratégias que estão trazendo mais resultados e onde os recursos serão utilizados com mais eficiência.

Se após analisar os seus relatórios ela perceber que o custo de aquisição do cliente está muito alto devido, em parte, ao tempo que a equipe comercial leva para prospectar clientes, talvez seja mais válido investir primeiro em inbound marketing para classificar melhor os leads antes de abordá-los com propostas comerciais. Assim, conseguirá criar campanhas com melhores segmentações, otimizar as conversões do funil de vendas e melhorar a produtividade da equipe.

Por outro lado, se a empresa não fizer análises ricas para guiar essas escolhas, pode aplicar estratégias não prioritárias ou até fazer escolhas ruins, como replicar campanhas de vendas segmentadas para os mesmos perfis de leads, investindo tempo e dinheiro em clientes que trarão baixo retorno ao longo do tempo, o que poderia trazer resultados não muito satisfatórios.

Se você aplicar a cultura de dados no seu negócio conseguirá definir tarefas e prioridades, convencer a sua equipe que determinadas ações são necessárias e provar, por meio de relatórios riquíssimos em informações, que a empresa está no caminho certo ou que mudanças são necessárias.

 

A complementariedade do BI e BA

Como já explicamos, o Business Intelligence trabalha com técnicas de coleta e dados que mostram a situação da empresa por meio de relatórios, enquanto o Business Analytics os observa com muito mais amplitude e prevê cenários futuros na empresa.

Portanto, os conceitos se complementam e são importantíssimos no processo de tomada de decisão de qualquer organização. O BA complementa o BI com seus recursos de estatística preditiva e torna as técnicas de uso de dados mais acertadas e inteligentes. Assim, os gestores conseguem tomar melhores decisões em prol da organização.

Para você entender com mais clareza: o BI coleta e mensura dados do negócio e cria relatórios que o BA vai analisar de forma minuciosa, utilizando dados estatísticos e cenários do mercado para entender melhor o porquê e onde a empresa está em relação aos seus concorrentes, além de sugerir o que deve ser feito para vencê-los.

 

A inovação e os insights pelo estudo dos dados

A implementação do Business Intelligence e Business Analytics pode ser uma oportunidade de inovação no mercado em que se atua. A geração de insights por meio do BI e BA é poderosa e abre-se uma janela de oportunidades para agir antes da concorrência. É claro que, para isso, é preciso implementar as mudanças necessárias no momento mais oportuno.

Você aprendeu algo novo neste artigo? Assine a nossa newsletter e receba por e-mail, periodicamente, links para conteúdos tão ricos quanto este!

https://digitalland.com.br/blog/bi-e-ba-entenda-a-diferenca-e-importancia-da-cultura-de-dados?utm_campaign=newsletter_semanal_-_noite_1206&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Afinal, o que é computação cognitiva?

Artigos Relacionados