As 5 decisões digitais de início de ano que todo marqueteiro no Brasil deveria tomar.

Por Pyr Marcondes | 16 Janeiro 2017

Guia super-rápido de questões que não podem mais esperar:

1. Decidir que modelo de remuneração sua (s) agência (s) digitais deve (m) ter. Inadiável você resolver essa bagaça de uma vez por todas. 2016 foi o ano de ciscar, rodear o tema. 2017 é o ano de definir. Manter o modelo das regras-padrão é uma obrigatoriedade do CENP, que obviamente tem que ser respeitada sempre. Ocorre que no mundo digital está muita coisa ainda por fazer e muitas das discussões entre anunciantes e agências permanecem eternamente em aberto. Chama a turma e bate esse martelo logo.

2. Entender mais de tecnologia. Você continua adiando isso. Você não entende e faz cara de conteúdo. Tenta enrolar. Às vezes até consegue, mas seu travesseiro e sua consciência estão lá, te atormentando o tempo todo. Sai dessa. Contrata uma consultoria, chama gente para fazer worksops e participa deles, lê alguns manuais básicos sobre temas igualmente básicos como programática, computação cognitiva, performance e e-commerce, enfim, os temas você conhece. Você não sabe é como usar. Se vira, mas vai atrás. (Ah! … continuar enganando todo mundo vai dar ruim, posso garantir).

3. Ir para o SXSW este ano. Essa é bem simples, faz a inscrição, compra a passagem, reserva o hotel e vai. Por que? Bom, porque você TEM que ir ao SXSW. Depois de ter ido, vai ficar muito claro por que.

4. Cria pra valer uma estratégia de dados na empresa. Não dá para ficar tudo espalhado em vários cantos e você sem ter a menor ideia do que fazer com tanto dado. Cria prioridade estratégicas e faz os dados te ajudarem a conquistá-las. Concentra, cruza, otimiza. Para isso tem um monte de plataformas por aí. E empresas de serviço. E profissionais competentes. Contrata essas empresas e esses caras, aprende um pouco com eles e manda bala. Dados é o nome do jogo. Eles otimizam sua verba e seus resultados. Quem sabe, seu bônus no final do ano.

5. Cria um programa de aproximação com startups. Todo mundo tá fazendo isso e você não quer ser mais um? Pois seja mais um rápido, porque quem está fazendo vai se beneficiar enormemente do gás que as startups vão dar nos seus produtos, nas suas práticas de mercado, na sua inovação tecnológica, na performance de vendas das suas marcas e muito mais.

Nada disso é rocket science. Mas tudo isso é vital para 2017. E para os anos que virão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Mapa da Jornada do Consumidor

Artigos Relacionados