Aperte os cintos: seu consumidor sumiu!

Por Innovation Insider | 26 julho 2016

O seu consumidor não está mais onde ele costumava estar. Ele, na verdade, está em tantos lugares ao mesmo tempo, que você não sabe mais direito onde encontra-lo. Em certos momentos, parece até que ele sumiu.

Mas ele não sumiu. Ele só se transformou. Tornou-se uma pessoa como cada um de nós é hoje em dia: multiconectado, com hábitos de consumo e de mídia diversos e dispersos, hiper-ativado por um volume hiper-amplificado de mensagens, além de aberto a inovações e novas experiências de marcas.

Esse é o mapa do caos para qualquer gestor de marketing. Mas é nele que temos que encontrar os caminhos para que nossas marcas sejam percebidas, se destaquem, atraiam esses consumidores dispersos e que eles, finalmente, consumam o que precisamos comunicar e vender.

Assim, no mapa do caos, precisamos fazer cruzar a trajetória pouco previsível desse consumidor com as metas bastante claras e definidas de nossas estratégias, cujo destino final é otimizar os resultados de nossas companhias.

Assim, aqui vão alguns pontos de atenção e como endereça-los:

1. Seu consumidor sofre de defict de atenção – ele é bombardeado por um volume jamais visto na história de comunicações de todo tipo, não só comerciais, mas de informações de toda natureza. Assim, só há um caminho para se destacar no ruído generalizado: ser relevante.

2. Para ser relevante, você precisa entregar o que seu consumidor de fato quer e precisa – é o fim das mensagens e ofertas genéricas. Elas até podem funcionar aqui e ali para determinados casos em que o objetivo são grandes volumes, de grandes campanhas. Mas no dia a dia, você precisa criar conteúdos, serviços, ofertas, discursos, planos especiais de fidelização e venda de forma personalizada. Só assim sua marca vai se destacar do caos para cada cliente do seu público-alvo.

3. Para oferecer o que seu consumidor de fato quer, você precisa conhece-lo como jamais conheceu – o nome desse jogo é Big Data. Dados são a moeda mais valiosa do caos. Você precisa capturar dados de seus consumidores, identificar cada dado a um perfil, estudar e analisar esse perfil e criar para ele, e só para ele, conteúdos e ofertas únicas. Sem um trabalho de dados apurado, sua marca vai se perder no caos.

4. Depois de conhecer de perto cada consumidor, você precisa encontra-lo e falar com ele – como comentamos, seu consumidor está disperso em meio ao caos e sendo impactado por um sem número de mensagens. Para conseguir chamar sua atenção, você precisa acompanhar o caminho imprevisível que ele percorre na prática. Para isso, você, de posse dos dados, precisa mapear cada ponto de contato desse consumidor. O que ele faz, onde ele consome online, quais conteúdos prefere. E, em todos esses pontos, ativá-lo com apelos diferenciados e criados para o perfil dele.

5. Depois de encontra-lo e falar com ele, você precisa mantê-lo ativo e próximo – isso se chama CRM. Você já o conhece, sabe por onde ele anda, o que gosta de consumir, conhece seu perfil. Nunca mais deixe-o sem a devida atenção. Converse com ele como quem conversa com um amigo próximo. Ofereça a ele ofertas personalizadas, conteúdos customizados, recompensas extremamente valiosas. Isso vai fidelizá-lo, que é tudo o que você deseja.

Não é uma tarefa fácil. Mas as ferramentas existem. Os dados existem. E seu consumidor está lá, em meio ao caos, só aguardando por você e sua marca. Que tal colocar mãos à obra já?

Comentários

  1. Stenio Bruno disse:

    Muito bem colocado, resumiu o cenário atual e informou como podemos nos reposicionar.
    Parabéns!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

White Paper relacionado


Marketing

Mapa da Jornada do Consumidor

Veja como é possível mapear o caminho do consumidor online.

Customer-Journey-Maps-WP-2015-Silverpop.pdf (461 downloads)

Artigos Relacionados