Home Notícias Artigos 5 Leis Básicas diante de qualquer tecnologia de marketing

5 Leis Básicas diante de qualquer tecnologia de marketing

41
0

Não é mais nenhuma novidade que a tecnologia invadiu o marketing. Esse fato transformou profundamente a demanda da atividade mercadológica, exigindo dos gestores de marca e de produtos conhecimentos que eles antes não tinham. E não tinham porque não precisavam.

Agora precisam.

As 5 Leis Básicas para enfrentar essa nova realidade, diante da nova tecnologia que for, são as seguintes:

#1 – Jamais resista!

A chegada das novas tecnologias é inevitável. E muitas outras virão. Serão ondas e ondas ininterruptas e frequentes. Então, sua postura de resistir a mudança e as novidades só vai atrapalhar seu trabalho, seu desenvolvimento profissional e a performance de sua marca e de sua companhia como um todo. Jamais resista! Mantenha sua mente sempre aberta para o novo, porque ele seguirá vindo, de agora em diante, para sempre.

#2 – Entenda!

Para tomar a decisão certa sobre quais tecnologias adotar e quais não adotar, você precisa entende-las. Mas veja, não se trata de transfomar-se num profissional de TI, trata-se de entender minimamente o que a nova tecnologia traz, quais suas características básicas e em que ela impacta seu marketing, comparativamente a outras. Você precisa saber isso. O que nos leva a Lei seguinte …

#3 – Cerque-se de talentos!

Você não vai saber tudo de uma vez, nem vai conhecer todas as tecnologias novas. Certamente, nunca em profundidade. Então, seja esperto: peça ajuda. Construa times ao seu redor altamente qualificados e de confiança. Eles serão seu apoio na tomada de decisão. Há duas outras alternativas complementares a essa decisão central: contrate uma consultoria especializada e/ou peça ajuda do seu time de TI. Há sempre uma luta interna entre TI e Marketing, mas cada vez mais um vai precisar do outro.

#4 – Não seja lerdo!

Mesmo diante de tantos novos desafios, o mundo lá fora não está muito preocupado nem com você, nem com seu desconhecimento, nem com suas dificuldades e dúvidas. Nem seus consumidores, nem sua concorrência. Aliás, nem seu chefe, nem seus investidores. Portanto, siga rigorosamente as três Leis acima e tome rápido todas as decisões de implementação. É preferível muitas vezes errar a ficar paralisado.

#5 – Conquiste a cumplicidade do seu CEO!

Mudanças tecnológicas são sempre melhor sucedidas em companhias que têm no comando geral um CEO que seja cúmplice das novas necessidades de transformação que o mundo vive hoje. E ser cúmplice quer dizer dar apoio para que seus diretores assumam alguns riscos, mas busquem as melhores soluções e as busquem rápido. Se você não tiver apoio do seu CEO nada será impossível, mas vai ficar mais difícil. Então, conquiste dele o suporte para que tomar as decisões que precisar, mesmo que elas falhem aqui e ali. Falha pode ser sinônimo de aprendizado. E aprendizado, no mundo das novas tecnologias, quase sempre é sinônimo de sucesso a frente.

Previous articleAgile não é Rapidinho – Episódio 2 – Agile Manifesto: um resumo dos pilares, e exemplos de aplicação prática
Next articleConheça os 4 estágios fundamentais para melhorar a performance do seu marketing
Pyr Marcondes é jornalista, consultor e autor. Foi repórter da revista IstoÉ, Jornal da Tarde e Playboy. Foi diretor editorial para o Grupo Meio & Mensagem desde a década de 90. Foi Sócio e Diretor de Criação na agência de publicidade Grottera & Cia. (TBWA) durante 10 anos. Foi Country Manager do portal StarMedia no Brasil. Co-fundador e CEO da Digital Strategy, consultoria pioneira em marketing e comunicação digital no País. Co-Fundador e Diretor de Marketing da FUN Generation, empresa de mobile marketing. Co-Fundador e Diretor da Superbrands Brasil (2005/2009). Consultor adjunto da BrandFinance, consultoria de marcas inglesa (2004/2005). Foi Diretor-Geral da Plataforma Proxxima, de marketing e comunicação digital do Grupo M&M. É hoje Diretor Geral da M&M Consulting, empresa de consultoria e negócios para a indústria do marketing digital. Pyr Marcondes é autor de inúmeros livros sobre história da propaganda e sobre marcas. É hoje referência na indústria digital brasileira. É palestrante, membro de conselhos e consultor.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here